banner-ginecologia-obstetricia

Especialidades clínicas

Ginecologia e Obstetrícia

"São dois ramos da mesma árvore: a mulher."

Ginecologia

A Ginecologia é a especialidade médica e cirúrgica dedicada à prevenção, diagnóstico, tratamento e vigilância das doenças benignas e malignas dos órgãos do aparelho reprodutor feminino (ovários, trompas de Falópio, útero, vagina e vulva) e mama feminina.

O objetivo principal desta especialidade é prevenir ou detetar a doença o mais cedo possível e prescrever os adequados tratamentos, para que se possa ajudar as doentes a ter uma melhor qualidade de vida, realizando todos os exames necessários para a prevenção e diagnóstico precoce.

Além das doenças de origem física, a ginecologia trata também doenças do foro funcional. Em suma, a ginecologia lida e cuida da saúde da mulher ao longo de todas as fases da sua vida (puberdade, idade reprodutiva, menopausa e envelhecimento).

Significa, literalmente, "a ciência da mulher".

Ainda importante...

O acompanhamento regular de um Ginecologista é um cuidado de saúde indispensável e ajuda a detetar precocemente situações mais problemáticas.

A partir da adolescência, o seguimento regular e aconselhamento por um ginecologista é essencialmente fundamental para:

- A promoção da saúde;
- Uma vida sexual saudável;
- A prevenção de doenças ginecológicas;
- A prevenção de doenças de transmissão sexual.

Estas são as causas mais frequentes que as pacientes recorrem a uma consulta de ginecologia:

- Problemas de desenvolvimento sexual desde menina a adolescente;
- Doenças de transmissão sexual (com maior incidência: o HPV - Vírus do Papiloma Humano, pela facilidade na sua transmissão);
- Alterações menstruais;
- Incontinência urinária;
- Prolapso uterino e do pavimento pélvico;
- Dismenorreia (período menstrual doloroso);
- Endometriose;
- Infertilidade;
- Contraceção;
- Mioma uterino;
- Problemas da mama;
- Lesões pré-malignas e cancros do aparelho reprodutor;
- Menopausa.

Obstetrícia

A Obstetrícia é a especialidade médica que estuda a reprodução na mulher, garantindo o acompanhamento da mesma e do bebé, durante as diversas fases que fazem parte da sua gravidez: planeamento (pré-gestação), gestação (observando o desenvolvimento da gravidez e do bebé) até ao nascimento do bebé (parto) e puerpério (pós-parto). Após o parto, o período de recuperação necessário à mulher constitui (também) uma fase fundamental para que possa experienciar uma maternidade saudável.

A obstetrícia tem sempre como objetivos primordiais permitir um percurso tranquilo nas fases acima mencionadas, mas sobretudo em garantir um parto bem-sucedido. Nunca é demais lembrar que visitar regularmente o seu obstetra e seguir os demais conselhos fornecidos pelo mesmo é fundamental para um parto bem-sucedido e um período pós-parto tranquilo.

É o ramo da medicina que investiga a gestação, o parto e o puerpério nos seus aspetos fisiológicos e patológicos.

É importante mencionar que, atualmente, quase todos os ginecologistas atuais são também obstetras. Assim, na grande maioria das vezes é possível concentrar a vigilância da sua saúde e evolução da sua gravidez com o mesmo profissional, estando as duas especialidades médicas intrinsecamente interligadas.

banner-ginecologia-obstetricia

“Os médicos são preparados para defender a vida e os seus valores... É gratificante ser obstetra, pois quase sempre tudo corre bem e são momentos de felicidade partilhados."
Dra. Ana Lúcia Nogueira

Não esqueça que...

Durante a vida, a mulher passa por diferentes fases da função reprodutiva que implicam modificações fisiológicas e o aparecimento de situações como atraso da menarca (1ª menstruação), infertilidade, alterações do ciclo menstrual, doenças infeciosas uterinas (infeção por HPV do colo uterino) e, sobretudo, mais tarde, a incontinência urinária, o prolapso uterino, os miomas uterinos e as doenças neoplásicas (cancro do útero, ovário, vagina). Em todas as fases, a Dra. Ana Lúcia Nogueira está apta a tratar e aconselhar as suas pacientes.

Como ginecologista e obstetra, é também responsável pelo seguimento da gravidez, parto e pós-parto das suas pacientes, quer na vertente médica (pelo acompanhamento em consultas regulares de vigilância da gravidez), quer na vertente cirúrgica (nas situações decorrentes do parto).

A especialidade de Ginecologia-Obstetrícia recorre com frequência a exames complementares de diagnóstico, para prevenção e monitorização de patologias.